Material de referência (MR) e material de referência certificado (MRC) são a mesma coisa? Entenda!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
cisntistas trabalhando em laboratório

Material de referência (MR) e material de referência certificado (MRC): estamos falando da mesma coisa? 

Muitas vezes pensamos que é apenas um detalhe na nomenclatura e que estamos falando dos mesmos processos, produtos ou substâncias. No entanto, esse detalhe pode ser importante para diferenciar um do outro. 

Por isso, contamos neste artigo o que é MR e MRC e suas utilizações, se ambos são usados para medições analíticas etc.

Também contamos se material de referência é o mesmo que padrão de referência, já que pode haver dúvidas a respeito disso. 

Curta sua leitura e aproveite para ampliar seus conhecimentos!

Material de referência e material de referência certificado

De acordo com Inmetro e segundo o ABNT ISO Guia 30:2016, um material de referência é um material que possui de forma suficiente uma homogeneidade e estabilidade, respeitando uma ou mais propriedades especificadas, que foi estabelecido como sendo adequado para o emprego pretendido deste material em um processo de medição. 

De forma mais resumida e breve, um material de referência tem como objetivo avaliar, principalmente, a precisão de determinada medição analítica. 

Já o material de referência certificado é, necessariamente, um material de referência que foi caracterizado por um procedimento metrologicamente validade por uma ou mais propriedades especificadas, acompanhado de um certificado que informa o valor de propriedade especificada, a sua incerteza associada e uma declaração de rastreabilidade metrológica (conceito também definido pela ABNT ISO Guia 30:2016). 

Sendo assim, os materiais de referência certificados verificam a exatidão de medições analíticas, garantindo a confiabilidade de uma medição analítica.

Os materiais de referência certificados possuem grande importância e utilização dentro dos laboratórios, como por exemplo, a avaliação do desempenho de métodos analíticos, controle de qualidade das medições de forma precisa e exata, validação de métodos analíticos, ainda são usados na calibração, checagem de equipamentos e rastreabilidade metrológica. 

Mas de forma prática, os materiais de referências certificados auxiliam em obter resultados quantitativos e qualitativos de um procedimento analítico, visando sempre a confiabilidade dos resultados obtidos. Além disso, essa ferramenta proporciona o treinamento de equipe e validação de novos equipamentos e metodologias da empresa/laboratório. 

Apesar de serem materiais com grande importância dentro dos laboratórios, não são encontrados materiais de referência certificados para todo o tipo de análise de laboratório que é realizada, sendo utilizados normalmente apenas para aquelas metodologias analíticas que são empregadas de forma rotineira e com um número bem de reduzido de matrizes, visto que esses materiais possuem um custo elevado e que os tempos de análises são considerados extensos.

A produção do material de referência certificado

Para que um material de referência certificado seja produzido, é necessário um planejamento prévio e detalhado, onde a quantidade necessária de material seja suficiente para que todos os estudos voltados a esse material possam ser realizados. 

As etapas de produção de um material de referência certificado consistem em: preparo do material, envasamento da amostra (com verificação da homogeneidade no frasco), estabelecimento da estabilidade (garantindo que o material se mantenha estável e íntegro, durante a estocagem até a certificação dos valores atribuídos às propriedades do material). 

A utilização de material de referência certificados possibilita o conhecimento dos laboratórios de quanto seus resultados são confiáveis e consequentemente, quanto mais conhecimento sobre os dados e mais confiáveis eles sejam, maiores são as chances de expansão da empresa/laboratório.

Um material de referência é a mesma coisa que um padrão de referência?

Para essa questão, a resposta é simples: não! Como mencionado acima, um material de referência está acompanhado de um certificado emitido a partir de normas específicas que fornecem valores de propriedades específicas relacionada a uma metodologia analítica.

Já um padrão de referência é uma substância utilizada em metodologias analíticas como forma de identificar e quantificar um analito de interesse em uma amostra, preparando-se uma concentração conhecida desse padrão e então comparando-se com a amostra para que se descubra a concentração presente desse analito ou somente se o composto está presente ou não.

E então, gostou do artigo? Tem alguma dúvida ou opinião? Deixa nos comentários!

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nosso site e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você autoriza a Modum Tech a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.